Sobre o MAMU

MAMU – mapa de coletivos de mulheres - é um projeto de mapeamento de coletivos, organizações, movimentos, grupos e projetos brasileiros que tem como foco as mulheres, o feminino, o feminismo, nossos ciclos, ritmos, reivindicações e lugares na sociedade. Pode ser um grupo com sede, endereço fixo, ou articulado virtualmente. Os perfis dos coletivos também são os mais variados e abrangem uma gama de demandas: maternidade, arte, cultura, saúde, amamentação, parto humanizado, estudos de gênero, direitos das mulheres, violência, aborto, direitos sexuais e direitos reprodutivos, democracia, luta contra o racismo, organização das mulheres, empreendedorismo, e muitos outros.

Objetivo

O objetivo do MAMU é dar visibilidade à esses espaços, valorizá-los, facilitar o acesso do público que os procure, buscar apoio, fomentar redes, discussões, propor parcerias, permitir que se reconheçam nesse contexto, partir para o abraço e ser feliz!

Por que fazer um mapa?

Porque um mapa possibilita a visualização de cada um desses pontos e o exercício constante em criar conexões, relações e histórias entre eles. A cartografia, sempre em processo de formação, nos ajuda a analisar e comunicar como esses grupos se organizam espacialmente, fomentando a criação de contatos e projetos; potencializando a comunicação e a sensibilização para o surgimento de redes de solidariedade, de troca de serviços e impulsionando práticas colaborativas.

O Processo

A motivação em mapear coletivos de mulheres surgiu a partir da curiosidade em saber quem somos, quantas somos e o que fazemos; e ao perceber o quanto ganhamos força quando nos conhecemos e criamos vínculos. Uma outra inspiração é o fato de fazer parte de um coletivo e vivenciar na prática  momentos de troca, aprendizagem e ver projetos concretizados e acolhidos por mulheres parceiras.

Em uma primeira etapa, foram mapeados alguns coletivos de São Paulo e Campinas. As fontes de pesquisa foram: divulgações em redes sociais, reportagens, indicações, o fazer parte e acompanhar diretamente alguns deles. A expectativa é aumentar esse escopo para outros estados e cidades brasileiras. Como a ideia é ter esse mapa dinâmico, pronto para a inclusão de cada coletivo formado e/ou encontrado, ele sempre estará inacabado, aberto e vivo. Portanto, o MAMU está preparado para receber dados e informações de grupos que queiram ser mapeados. Assim, esse mapa se constrói como um projeto participativo e colaborativo – um processo de mapeamento aberto para sugestões e parcerias!

Cores dos pontos e classificações

O MAMU também se organiza por “tipos” – grupos com endereço fixo, articulados virtualmente, ou mesmo projetos. Para facilitar a distinção dessas categorias no mapa, selecionamos três cores e mais duas classificações:

Pontos roxos: coletivos com endereços físicos.

Pontos verdes: coletivos sem endereços físicos (marcados no mapa de forma aleatória, representando o seu estado e origem, mesmo que a sua abrangência seja nacional).

Pontos amarelos: projetos, ações e iniciativas desenvolvidos não necessariamente por coletivos.

Há grupos classificados como “web” (sites, blogs, e outras plataformas com os conteúdos articulados virtualmente) e  “movimentos nacionais” (organizados a partir de uma causa mais ampla e de abrangência nacional) – não há uma região exclusiva como origem, portanto, não são geolocalizados no mapa.

Software

O site foi desenvolvido  em software livre, utilizando WordPress, OpenStreetMap e customização do tema JEO

Conhece algum coletivo ou projeto?

Se você conhece e quer indicar algum coletivo, movimento e projeto, é só ir em “Cadastro” e preencher os dados, que servirão de base para o mapeamento.

Para perguntas, comentários e sugestões, “Contato“.

Ou mande uma mensagem para: contato@mamu.net.br

                                                           https://www.facebook.com/mapaMAMU

                                                           https://twitter.com/MAMUmapa

Parcerias

1979483_455282721240973_9013837824854140906_n