Uma revista feita por mulheres, para todo mundo!A proposta é fazer uma publicação com conteúdo feito por mulheres cis e trans, além de editada por mulheres. E essa é só uma das justificativas. Acompanhamos sempre muitas discussões a cerca do papel da mulher na produção dos quadrinhos, na produção cultural. Assistimos a uma gama de debates, além de blogs, sites e publicações, que volta e meia perguntam por onde anda a produção feminina. Alia-se a isso a quantidade de publicações que saem no país inteiramente compostas por homens autores, e concursos e prêmios, revistas e outros meios de veiculação que colocam o espaço da mulher na produção como algo reservado a temas femininos (vide competições, revistas etc que incluem temas batidos como femininos em seus títulos – batom, beleza, tpm etc).

Não queremos um espaço sem representatividade, que preencha apenas uma cota num prêmio, muitas vezes inteiramente vencido por homens. Isso também não é uma competição. Faremos, então nossa própria publicação, e vamos incluir poetisas, articulistas, jornalistas, quadrinistas, ilustradoras, fotógrafas, ampliando o espectro das publicações produzidas por mulheres e com conteúdo feito por mulheres.

A Farpa quer ser alguém presente, uma farpa na unha das publicações, dos prêmios e de todos os modos de divulgação que, predominantemente, acabam tendo maioria masculina nas produções. Não seremos mais uma sala reservada aos quadrinhos e à produção feminina.

 

10390120_417385168386618_3781976022057578907_n

 

Site: http://revistafarpa.tumblr.com

Facebook: https://www.facebook.com/revistafarpa

 

OBS: Há grupos classificados como “web” (sites, blogs, e outras plataformas com os conteúdos articulados virtualmente) e  “movimentos nacionais” (organizados a partir de uma causa mais ampla e de abrangência nacional) – não há uma região exclusiva como origem, portanto, não são geolocalizados no mapa.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *